Webnode

Organizar um Free Running

    Sem dúvida que, os free runnings, ou seja, os treinos em convívio, tem crescido imenso em Portugal na modalidade de trail running. Cada pessoa gosta de mostrar o seu canto de treinos e a sua beleza e, com uma simples e muito útil iniciativa, pode fazer-se uma bela manhã, tarde ou noite de festa.

Vantagens do Free Running:
- Para atletas iniciantes, cria uma empatia maior no conhecimento da modalidade;
- Impede que os atletas treinem sozinhos na montanha, que poderá ser perigoso;
- Permite que todos os atletas disfrutem de um bom momento de convívio;
- Não há competição, logo é desporto puramente tranquilizante;
- Normalmente são eventos gratuitos;
- Conhecemos sítios e pessoas diferentes;
- Cria um espírito maior de camaradagem.

Desvantagens do Free Running:
- O facto de ser um treino misto, cria um maior esforço para as mulheres e um menor para os homens, normalmente, dependendo da capacidade física das pessoas em questão;
- Para os atletas menos preparados poderá ser muito duro, para os mais preparados poderá tornar-se demasiado parado;
- Como grande parte dos percursos não são balizados, poderá ser fácil que um atleta se perca.



O que é necessário para fazer um Free Running?

- Escolher local, hora e data;
- Deve ser num local que o organizador conheça muito bem, se possível fazer o percurso uma ou duas vezes antes e gravar num GPS;
- O trilho deverá ter uma extensão entre 15 e 25Km;
- Divulgar através dos meios de comunicação social e/ou através da afixação de cartazes ou entrega de panfletos em provas de trail running;
- Devem ser divulgados elementos como: hora, local, data, altimetria, distância, tipo de terreno, perigos, breve descrição do percurso, etc, para que cada pessoa que pretenda participar veja se estará ao nível para concluir bem o percurso;
- Verificar se são necessários preparativos logísticos, por exemplo: autocarros, hotéis/chão duro, restaurantes, água, carro de apoio, entre outros. Estes preparativos não são obrigatórios mas melhoram a qualidade do evento.
- Obrigar a que seja feita uma inscrição, por exemplo mandando um e-mail para o organizador, para contar com quantas pessoas estarão presentes e limitar o número de inscrições (consoante o tipo de trilhos);
- No dia, fazer uma breve apresentação oral do percurso e das dificuldades que poderão encontrar e contar as pessoas que estão presentes;
- O organizador deve ir sempre na frente do percurso e alguns colaboradores a meio a prestar apoio e uma ou duas pessoas devem ir sempre no fim de todo, para verem se não fica ninguém para trás;
- O organizador deve conhecer caminhos que encurtem o percurso, caso algum atleta não se sinta em forma de continuar o resto do percurso;
- Deve fazer-se paragens de 5 em 5Km para que se junte o grupo todo, cada vez que se pára deve contar-se se está mesmo toda a gente que partiu;

 

    São eventos que qualquer pessoa pode organizar! Não se gasta muito tempo e pode fazer-se uma enorme festa. Com apenas 17 anos organizei um Free Running numa minúscula montanha que apenas atinge 400m de altitude e juntei cerca de 25 pessoas, numa altura de muitas provas e foi uma grande festa!

 

Se quizer organizar um Free Running com o apoio e divulgação deste site, contacte: jorgedjesteves@gmail.com

Jorge Esteves
 


Webnode